Chaplin’s World – Passeando em Vevey, casa do “Carlitos”

Vamos entrar hoje no maravilhoso mundo do ícone Charles Chaplin.
É muito difícil encontrar alguém, não importa de qual geração, que nunca tenha ouvido falar nele. Chaplin ficou conhecido por sua versatilidade como artista. Ele dirigiu, produziu, financiou suas próprias criações… foi roteirista, músico, cinematógrafo, regente de orquestra e ator.

Chaplin era britânico Nasceu em 1889 e faleceu no dia de Natal de 1977 na cidade de Vevey onde morou anos com sua esposa e os 6 filhos desse casamento.

Ficou conhecido como “Carlitos, O Vagabundo”. Andarilho pobretão de maneiras refinadas e comportamento de “Lord” inglês usando um fraque preto, calças rasgadas e sapatos velhos, um chapéu-coco, uma bengala de bambu e (sua marca pessoal) um pequeno bigode engraçado.

Como ele veio parar aqui na Suíça?

Bom… ouve-se falar muitas coisas. Até de exílio politico pelo fato de que Chaplin sempre mostrou abertamente seu posicionamento esquerdista. Suas sátiras e piadas não só fizeram rir o mundo numa época turbulenta da historia mas também causou uma baguncinha na vida dele quando ainda vivia nos Estados Unidos. Ele foi acusado pelo FBI por atividades “anti-americanas”. Um dos seus filmes foi proibido em vários lugares do país entrando para a lista negra de Hollywood. Foi em uma viagem para a Europa em 1952 que ele decidiu ficar por aqui de vez e se instalou em uma mansão de 36 hectares de terra em Corsier-sur-Vevey.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Manoir de Ban (Mansão de Ban), a propriedade onde Charles Chaplin morou é um museu dedicado ao ator. O museu apresenta objetos pessoais, adereços como o seu chapéu ou a bengala, e ainda uma réplica das máquinas de Modern Times, uma das obras-primas da filmografia dele. O museu abriu em meados de abril de 2016 e contou com a parceria de personalidades do mundo todo.
Você pode passear pelos quatro cantos da casa e sentir a atmosfera e energia que paira pelos cômodos e jardins onde ele passou os últimos 25 anos da sua vida.
O museo ainda conta com um Studio. Gente!! Isso é genial. É uma réplica de vaaaaarios cenários de muitos filmes produzidos e atuados por ele. Vale muito a pena esse passeio. Você ainda pode tirar fotos com estatuas de cera super realistas que não conta somente com ele mas também amigos próximos como o “quase” bernês/bernense Albert Einstein fazendo careta no banheiro da casa e muitas outras personalidades da época.

Dicas muito úteis:

Chaplin’s World está aberto todos os dias de 10h00 até as 18h00. Atenção para o Natal! Eles fecham do dia 25 de dezembro até o dia 01 de janeiro.
Mesmo que o Museu fique aberto até as 18h, você só pode comprar as entradas até as 17h em ponto. Nem um minuto a mais. Mas porque chegar uma hora antes de fechar não é? Você pode passar uma manhã ou tarde toda nesse lugar incrível.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quanto custa?

Adulto – CHF 23.– (à partir de 16 anos)
Criança – CHF 17.–(de 6 à 15 anos) Menores de 6 anos não pagam
Senior* (à partir de 60 ans) – CHF 21.- sob apresentação de uma carteira de identidade
Passe para familias(4 pessoas) – CHF 68.-
Pessoas com mobilidades reduzida: Adulto, CHF 21.- e crianças CHF 15.-
Grupos – Adulto a partir de 16 anos CHF 16.– e crianças (de 6 à 15 ans) : CHF 12.
Mínimo de 15 pessoas sob reserva de 15 dias antes da visita.
Ps.:Você pode fazer a reserva com eles mas se quiser atendimento personalizado e mais dicas em português, fale conosco para a reserva de tickets e para o passeio até la.

Como chegar:

De carro – A auto-estrada é a A9 e a saída é a Vevey.
À 60 minutos de Genebra, 25 minutos de Lausanne, 60 minutos de Berne & 15 minutos de Montreux
Estacionamento para 230 carros. Para economizar no estacionamento, pague o dia todo no caixa do Museu e não na maquina do lado de fora. #ficaadica 🙂

CALCULE SEU ITINERÁRIO

De trem – A parada é em Vevey, estação central e pegar o ônibus que para na porta e a estação é a “Chaplin”. O número do ônibus é o 212 e dura 15 minutos.

De barco – O barco que passeia pelo Lago Lèman passa por Vevey. De la, pegue o mesmo ônibus 212 e vá até a parada “Chaplin”.

PASSEIOS DE BARCO

Mais umas coisinhas… O museu desenvolveu um App gratuito genial que te guia por todo lado. Você não precisa usar sua internet móvel porque o Museu te garante internet pelo tempo todo da sua visita. Yaaaay! Infelizmente, o aplicativo não está traduzido para o português mas em 3 línguas. Só pelas 100 fotos sendo algumas inéditas e o guia de 1h já vale.

Comes e bebes – Não é permitido levar comida e bebida para o Museu. O restaurante “The Trump”, fica do lado de fora do parque mas você pode entrar e sair quantas vezes quiser se não perder o ticket claro 🙂 Os preços são super acessíveis para padrão Suíço. Uma bebida com um sanduíche gostoso custa CHF 10.- por exemplo.

Com crianças no carrinho ou pessoas em cadeiras de rodas?
Sem problemas! Elevadores por todo lado facilitam o passeio sem perder nadinha.

Lembrem-se de reservar um tempo para passear no centro de Vevey e admirar essa lindeza de cidade que fica as margens do Lago Leman (maior lago da Europa ocidental que divide a França e a Suíça). Cidade linda que merece uma atenção especial.

Então…? Vamos pra passear?

Mais gumas fotos do passeio 🙂 Divirtam-se!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Amamos conversar! Envie seus pitacos aqui.